Hamburgers de atum com salteado de couve chinesa

Há uns tempos fez-se cá em casa um jantar de sushi. Sushi, sashimi e gyozas, para sermos mais precisos. Como acabou por sobrar bastante peixe, transformámos o lombo de atum em hamburguers. Tendo sobrado também couve chinesa das gyosas, salteou-se para acompanhamento. Para tal inspirámo-nos na receita do Umai, mas, claro, o resultado ficou muito longe do original!

Hamburguers de Atum com couve chinesa

Hamburguers de Atum com couve chinesa

Ingredientes:

  • Atum fresco
  • 1 ovo
  • uma mão cheia de amêndoas
  • 1 colher de sobremesa de farinha maizena
  • farinha de trigo
  • cebolinho picado
  • sementes de sésamo preto
  • gengibre
  • sal
  • couve chinesa
  • côco ralado
  • açafrão
  • óleo vegetal

Tritura-se a amêndoa com a farinha maizena e o sal e coloca-se numa tigela. Tritura-se grosseiramente o peixe e mistura-se ao preparado anterior. Adiciona-se um ovo batido, o gengibre ralado, o cebolinho picado e as sementes de sésamo e envolve-se tudo muito bem até formar uma pasta. Formam-se pequenas bolas, passam-se por farinha, achatam-se e fritam-se, num fio de óleo, de ambos os lados, durante cerca de 4 minutos.

À parte, aquece-se um fio de óleo e frita-se o açafrão, o gengibre ralado e o côco. Adiciona-se a couve cortada em tirinhas e deixa-se saltear até a couve amolecer, mas não ficar em papa (isto leva cerca de 7 minutos).

Esta é uma daquelas receitas que permite fazer “marmitas” para levar para o almoço no trabalho. 🙂

Anúncios

Produtos Açoreanos

Somos fãs de Queijadas da Vila, de bolos lêvedos e de queijinho da Ilha. Díficil é encontrar os originais! O Café Saudade, que tinha bolos lêvedos fresquíssimos feitos por Açorianos de gema, já não os tem. A massificação destes bolos e de bolos do caco, acabaram com o negócio artesanal dos senhores, que tiveram que voltar às Ilhas.

Além do Espaço Açores na Baixa de Lisboa, encontrámos também uma lojinha em Sesimbra (que não calha propriamente em caminho) com produtos fantásticos. Conhecem outros spots para que possamos repetir lanchinhos destes?

 

Queijadas do Morgado e Bolo Lêvedo

Scones

Scones ficam bem em qualquer mesa de lanche. Por não encontrar a receita velhinha, em papel amarelado, dos scones densos e aspirantes aos perfeitos scones do Saudade, procurou-se uma receita online. O blog da Joana Roque tem várias características positivas, nomeadamente quanto à informação completa fornecida nas receitas, o que faz com que o produto final corresponda sempre às expectativas (mesmo quando inventamos por cima)! Por esta garantia de sucesso é um recurso usado muitas vezes em SOS e também em novos desafios. Assim, segue a receita com as devidas alterações, destes scones que ficaram leves e fofos.

scones

Ingredientes:

  • 250g de farinha
  • 2 colheres de sopa de açúcar amarelo
  • 1 colher de chá cheia de fermento
  • 1 pitada de sal
  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de manteiga (manteiga mesmo)
  • 6 colheres de sopa de leite

Misturar os ingredientes secos (farinha, fermento, açúcar e sal) numa tigela grande e, à parte, bater os ovos e adicionar o leite e a manteiga mexendo bem. Fazer uma cova no centro de mistura dos ingredientes secos e deitar os líquidos. Amassar rapidamente com as pontas dos dedos e tender pequenas bolinhas. Levar ao forno num tabuleiro com papel vegetal, durante cerca de 15 minutos.

Servir quentes com compota ou manteiga!

Clafoutis aux Pomme

Esta sobremesa, prática de fazer, é deliciosa e até saudável, e talvez por isso se tenha tornado um sucesso da amiga E. que é constantemente convidada a levá-lo para festas.

Ontem foi dia de mercado e de maçãs reinetas que, por serem ácidas, funcionam muito bem neste doce.

Segue a receita, com as típicas alterações… 😛

clafoutis

Ingredientes:

  • 3 a 4 maçãs
  • 2 chávenas de farinha
  • 1 +1/2 chávena de açúcar
  • 4 ovos
  • 0,5 l de leite
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 2 colheres de chá de fermento em pó

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Misturar bem todos os ingredientes, excepto as maçãs, que se cortam em fatias finas e se colocam no fundo de um tabuleiro forrado de papel vegetal. Deitar a mistura por cima das maçãs e levar ao forno durante cerca de 40minutos.

Granola

Os “cereais de compra” têm geralmente um terrível problema: demasiado açúcar! Já para não falar dos que, para se tornarem mais crocantes, são fritos.  Por isso, e seguindo a receita base da amiga B. hoje fez-se granola cá em casa.

ganola

Ingredientes:

  • cerca de 500g de aveia
  • 2 bananas maduras
  • 150g de aperces desidratados (também podem usar tâmaras ou passas)
  • frutos secos a gosto (usámos nozes, amendoas, pinhões e côco)

Pré-quecer o forno a 150ºC.

Na picadora, picam-se muito bem os alperces e reduzem-se as bananas a puré. Coloca-se esta “cola” numa taça grande e acrescenta-se, a aveia aos poucos. Mistura-se tudo muito bem, até formar pequenos aglomerados. Se quiserem podem misturar os frutos secos nesta fase. Eu prefiro que não fiquem torrados, por isso só os adiciono no final.

Espalhar a granola num tabuleiro forrado com papel vegetal e levar ao forno durante cerca de 30 minutos ou até ficar dourado. Deve-se ir mexendo de 10 em 10 minutos para tostar por igual.

Deixar arrefecer completamente antes de guardar num frasco bem fechado.

granola

Esta será consumida consumida com iogurte, também ele feito em casa.

Bons pequenos-almoços!

Muffins de Aveia e Canela

No local onde trabalho há, naturalmente, a tradição de levar bolo no dia do aniversário. No entanto, nem sempre dá muito jeito cozinhar nesse dia, já por si, cheio de solicitações. Por isso instituimos a regra de ser uma colega a fazer o bolo de aniversário. Desta vez auto-encarreguei-me de fazer o bolo de aniversário da S. que foi celebrado com um ligeiro atraso.

Uma vez que tinha acabado de comprar umas forminhas de papel muito giras, o bolo foi transformado em pequenos muffins. Segue a receita.

Muffins aveia canela

Ingredientes:

(1 chávena = 250ml)

  • 1 + ½ chávena de farinha
  • 1 chávena de aveia integral
  • 1 chávena de açúcar amarelo
  • 1 colher de chá de fermento
  • ½ chávena de margarina derretida
  • 1 pitada de sal
  • 2 iogurtes naturais
  • 2 ovos

 

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Num jarro/copo medidor, empilhar os ingredientes secos: farinha, aveia, açúcar, fermento e sal.

Misturar muito bem os ovos com o iogurte, adiconar aos poucos os ingredientes secos e por fim a margarina.

Mexer tudo muito bem e colocar nas formas de papel, polvilhando com alguns flocos de aveia. Levar ao forno durante cerca de 15min ou até passarem no teste do palito.

mufins aveia e canela

Bolo de Guinness

A pedido de várias famílias segue a receita do bolo de Guinness que não ficou muito fotografável mas, por outro lado, extremamente delicioso!

A receita que serviu de base é a da Nigella, mas como já se sabe, o factor “a olho” ganha sempre mais espaço, pelo que apresento a coisa tal como foi feita.

Image

Ingredientes:

Bolo

  • 250ml de cerveja Guinness
  • 250g de manteiga sem sal (manteiga mesmo!)
  • 75g de cacau em pó
  • 70g de chocolate de culinária
  • 400g de açúcar mascavado (usei integral, mas ficaria ainda melhor com açúcar castanho)
  • 150ml de natas
  • 3 ovos
  • 275g de farinha
  • 1 colher de chá de fermento em pó

Cobertura

  • 1 embalagem de queijo marcarpone
  • 1 pacote de natas
  • Açúcar em pó

Pré-aquecer o forno a 180º e untar uma forma sem buraco.

Numa panela, colocar a Guinness e a Manteiga e aquecer em lume brando. Quando a manteiga começar a derreter, adicionar o açúcar, o cacau em pó e o chocolate partido em pedacinhos. Isto vai originar uma mistura castanha e viscosa. Mexer sempre para não queimar o chocolate.

À parte, misturar muito bem os ovos com as natas. Adiciona-se a farinha e o fermento até ficar uma pasta homogénea. Verte-se aos poucos esta mistura para a panela, misturando tudo muito bem. Coloca-se na forma e vai ao forno durante cerca de 50 minutos ou até passar no “teste do palito”. Não se deve deixar cozer demais pois o interesse deste bolo reside no facto de ficar húmido no interior.

Depois de arrefecido o bolo pode então fazer-se a cobertura. Para tal basta bater as natas até ficarem bem firmes, adicionar o mascarpone e o açúcar em pó e misturar bem.

Por ser tão simples, tão bom e tão diferente, este vai ser um bolo a repetir.