Caril de lentilhas vermelhas

Hoje a receita é dedicada aos nossos amigos emigras em terras Alemãs. Um ano passado, as conversas via skype acabam frequentemente em temas gastronómicos, por um lado sobre o “a sério que não há peixe fresco aí?”, e por outro “temos tantas saudades de comidinha portuguesa caseira….”.

Como as lentilhas são o ingrediente preferido na nossa amiga Peixinhos, segue uma receita aconchegante para este frio de Inverno.

Ingredientes:

  • 1 cebola média picada
  • 1 lata pequena de tomate pelado
  • 1 taça de lentilhas vermelhas descascadas previamente demolhadas (durante cerca de 2h ou o máximo de tempo que conseguirem)
  • 1 colher de chá de pasta de caril (ou mistura de especiarias)
  • 1 saqueta de creme de côco (Patak’s)
  • Sal
  • Azeite
  • Frutos secos, sementes e passas (opcional)

Numa panela, alourar a cebola picada num fio de azeite. Juntar as especiarias e fritar. Adicionar o tomate pelado (costumo triturar com a varinha mágica), mexer e esperar que levante fervura. Adicionar as lentilhas escorridas, o creme de coco e rectificar os temperos.

Cozinhar em lume brando até as lentilhas estarem macias e o molho ficar cremoso (cerca de 20min).

Servir simples, com frutos secos, com cubinhos de tofu, ou acompanhado com arroz.

 

Rolinhos de beringela com requeijão e cogumelos

Não temos tido oportunidade de publicar aqui receitas com a frequência desejada. A intenção de eliminar gorduras e hidratos de carbono maus da nossa dieta tem impedido a proliferação de receitas interessantes de partilhar. Esta é uma excepção (inspirada aqui e ali) que já repetimos em vários formatos, com espinafres ao invés de cogumelos, com courgette ao invés de beringela. Qualquer versão é uma óptima aposta e pode ser adaptada facilmente a uma dieta vegetariana.

Ingredientes:

  • 2 ou 3 beringelas
  • 1 lata grande de tomate pelado
  • 1 requeijão de Seia (faz toda a diferença)
  • 1 embalagem de cogumelos frescos
  • 1 cebola
  • Parmesão ralado na hora
  • Sal e pimenta
  • Azeite

Começa-se por lavar e cortar as beringelas em finas fatias no sentido do comprimento. Como a beringela oxida rapidamente, costumo ir cortando à medida que preciso. Grelhar as fatias até ficarem maleáveis (se necessário regar com um fio de azeite, tendo em atenção que a beringela absorve muita gordura).

Ao mesmo tempo, aloura-se a cebola num fio de azeite, adiciona-se o molho de tomate e tempera-se com sal e pimenta. Deixa-se apurar o molho. Nesta fase costumo adicionar os pedacinhos de beringela que não dão para enrolar.

Pré-aquecer o forno.

Salteiam-se os cogumelos, escorrem-se e misturam-se com o requeijão até formar uma pasta.

Enrolam-se as tiras de beringela grelhada em volta de uma parte da pasta de requeijão e cogumelos e dispõem-se os rolinhos lado a lado num tabuleiro. Cobre-se com o molho de tomate, polvilha-se com parmesão ralado e vai ao forno a gratinar.

Beringela no forno com tomate, mozzarela e ervas aromáticas

Encontramo-nos ainda na árdua demanda por refeições mais “low” em certos aspectos que não ajudam à boa forma física. Por isso hoje os legumes foram ao forno! A ideia surgiu de um acepipe saudável oferecido pela prima D. antes do jantar. Não fomos de modas e reproduzimos a receita para o almoço, em formato king size.

Ingredientes:

  • 1 beringela grande
  • 2 tomates grandes maduros
  • 2 embalagens de queijo mozzarela fresco (para uma versão mais saudável podem usar requeijão ou ricota)
  • Tomilho
  • Orégãos secos
  • Sal
  • Azeite

Pré-aqueça o forno (cerca de 200ºC) enquanto prepara os ingredientes.

Corte a beringela em rodelas finas e disponha no tabuleiro de ir ao forno. Por cima coloque as fatias de tomate e o queijo. Tempere com as ervas aromáticas, sal e um fio de azeite.

Coloque o tabuleiro no forno, tapado com papel de alumínio e deixe cozinhar lentamente até que a beringela fique mole (isto demora cerca de 50min). Retire do forno e sirva.

Ovos no forno com espinafres

Seguindo a onda das refeições ligeiras, aceitámos a sugestão do Chef Henrique Sá Pessoa para o brunch de hoje.

Substituímos o apetecível chouriço de porco preto por cogumelos frescos e o tomate seco (que afinal não havia na despensa) por pimento vermelho dos que abundam no quintal.

Ingredientes:

  • 200g de cogumelos
  • 200g de espinafres frescos
  • 3 dentes de alho
  • 1 cebola média
  • ½ pimento vermelho
  • 4 ovos biológicos
  • Sal
  • Tomilho seco
  • Pimenta cayenne
  • Azeite

Corta-se a cebola e o pimento em pequenos cubos e alouram-se num fio de azeite. Adicionam-se depois os cogumelos cortados grosseiramente, os dentes de alho picados, o tomilho, o sal e deita-se saltear. Juntam-se as folhas de espinafre e mexe-se até reduzir o volume. Retira-se o excesso de água produzida pelos legumes (que pode ser congelada e reaproveitada para outros cozinhados).

Num recipiente de ir ao forno (ou 4 individuais) deita-se o preparado. Partem-se cuidadosamente os ovos por cima e temperam-se com sal e pimenta cayenne. Podem terminar com um pouco de queijo da ilha ou da serra.

Vai ao forno (180º) durante cerca de 10min.

No final pode-se acompanhar com uma fatia de pão saloio.

Creme de Cogumelos

Depois desta ausência marcada por pequenos períodos de férias e outros afazeres, concluímos que, gastronomicamente falando… abusámos muito! Portanto é tempo de pratos mais leves, low-carb, low-fat mas saborosos. Assim, hoje temos uma sopa!

Ingredientes:

  • 200g de cogumelos frescos
  • 1 batata média
  • 1 courgette pequena
  • 2 cebola grande
  • 2 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de tomilho seco
  • Água quente
  • Azeite
  • Sal

Começa-se por cortar a cebola em rodelas grosseiras que vão alourar ligeiramente num fio de azeite. Adicionam-se os cogumelos cortados em tiras e salteiam-se durante cerca de 2 minutos. Junta-se a batata e a courgette cortadas em cubos, os dentes de alho e tempera-se com o sal e o tomilho. Adiciona-se água quente até tapar todos os ingredientes e deixa-se cozinhar. Quando a batata estiver cozida, retira-se do lume e reduz-se a puré com a varinha mágica.

Serve-se com um fio de azeite cru.

Se quiserem podem adicionar cubinhos de queijo de cabra.

Esparguete cremoso com abacate

Uma receita perfeita para quem adora abacate e que facilmente pode ser adaptada para uma versão vegan.

A inspiração veio daqui e dos nossos vasinhos de aromáticas.

Ingredientes:

  • Esparguete seco
  • 1 abacate maduro
  • Azeite
  • Sumo de meio limão
  • Pimenta cayenne
  • Folhas de manjericão
  • Cebolinho
  • Alho
  • Malagueta fresca
  • 1 colher de sopa de queijo creme
  • Parmesão ralado

Cozer a massa numa panela com água abundante e sal.

Picar o alho, o cebolinho, a malagueta fresca e o manjericão para uma taça. Juntar o abacate, o queijo creme, um fio de azeite, temperar com a pimenta cayenne e o sal e regar com o sumo de limão. Misturar tudo com um garfo ou com a varinha mágica até obter uma pasta cremosa. Depois de escorrido o esparguete junta-se-lhe o creme e mistura-se bem. Serve-se com parmesão ralado na hora.

Gratinado de cogumelos com 4 queijos

Os cogumelos estão sempre presentes na lista de compras cá de casa. Ontem foram parar ao forno numa adaptação de Baked Ziti. Rápido e reconfortante.

Ingredientes:

  • Massa pene ou rigatoni
  • Azeite
  • Cogumelos frescos (usei uma mistura de brancos e portobello)
  • Courgette (só porque havia cá para gastar)
  • Alho
  • Passata (à falta dela usei tomate pelado triturado)
  • Natas
  • Queijo provolone fatiado
  • Queijo mozzarela ralado
  • Queijo gorgonzola
  • Queijo parmesão ralado na hora
  • Manjericão fresco
  • Orégãos secos
  • Sal

Pré-aquecer o forno enquanto se coze a pasta numa panela com bastante água e um punhado de sal, até ¾ do tempo de cozedura indicado.

Numa frigideira, salteiam-se os legumes num fio de azeite, com o alho picado, até amolecerem. Adiciona-se a passata, rectifica-se o sal e aumenta-se o lume para evaporar a água em excesso. Incorporam-se as natas até obter um molho cremoso, junta-se o manjericão grosseiramente picado e os orégãos secos.

Coloca-se um fio de azeite num tabuleiro, deita-se a massa escorrida, o molho de cogumelos e por fim os vários queijos, tendo o cuidado de deixar o parmesão por cima. Vai ao forno gratinar.

No final ficámos a pensar que umas azeitonas pretas ficariam aqui mesmo bem. Para a próxima assim será 🙂