Camarões em pasta de caril caseira com arroz basmati

Cá em casa coleccionamos especiarias e os pratos de caril surgem frequentemente, quer em jantares especiais, quer quando é preciso fazer qualquer coisa rápida e saborosa. Desde que descobrimos esta receita de pasta de caril do Jamie Oliver que não queremos outra coisa, até porque conseguimos utilizar uma data de ingredientes do nosso quintal. Esta receita é baseada no “Thai red prawn curry” (Jamie’s 30 minute meals) mas tem bastantes alterações, nomeadamente pela variedade de especiarias usadas e optimização dos tachos a uso. Não ficou um caril vermelho, mas fica muito mais fresco e aromático do que o caril feito apenas com especiarias em pó.

Thai red prawn curry

Ingredientes:

  • 2 malaguetas frescas
  • 2 dentes de alho
  • 1 ramo de coentros
  • 1 colher de sopa de passata
  • 2 colheres de sopa de molho de soja
  • 1 colher de chá de óleo de sésamo
  • Gengibre ralado (muito!)
  • Cominhos
  • Açafrão
  • 1 colher de sobremesa de Ras el hanout
  • Camarões grandes
  • 1 lata de leite de côco
  • 2 limas
  • Azeite
  • Arroz basmati
  • Cravinho em pó
  • Cardamomo
  • Sal

Começa-se por descascar os camarões deixando as cabeças.

Depois disso pode-se fazer o arroz basmati. Colocar uma panela ao lume com um frio de azeite, fritar o cravinho, os cominhos e o cardamomo e só depois deitar o arroz. Deixa-se fritar o arroz e adiciona-se água a ferver e uma pitada de sal. Esperamos que levante fervura, baixa-se o lume, tapa-se e deixa-se cozinhar durante alguns minutos.

Para a pasta de caril, coloca-se na picadora o gengibre, a malagueta, os coentros, o alho e a passata. Pica-se muito bem até ficar com um aspecto pastoso. Junta-se o molho de soja, óleo de sésamo e o sumo das limas e processa-se de novo para misturar tudo. Numa frigideira, aquece-se um fio de azeite e fritam-se as especiarias (açafrão, cominhos, cravinho, Ras el hanout). Adiciona-se depois a pasta de caril e deixa-se cozinhar durante uns minutos. Retira-se a maior parte da pasta de caril para uma taça e fritam-se rapidamente os camarões na mesma frigideira. Retiram-se os camarões e volta-se a colocar a pasta de caril, adicionando o leite de côco e deixando apurar.

Serve-se o arroz com o molho de caril e os camarões fritos.

Anúncios

Spaghetti tetrazzini

Não é novidade que somos fãs das receitas do Jamie Oliver, mas hoje trazemos a nossa preferida, da página mais usada e pegajosa do livro: apresentamos o spaghetti tetrazzini!

spaguetti tetrazzini

Parece só uma massa no forno, mas é tão mais do que isso. Por ser perfeita é das poucas que não alteramos e também por isso não escrevemos a nossa versão da receita. No geral apenas dupicamos a quantidade de parmesão, natas e de cogumelos porcini secos.

Não é uma receita muito apropriada para receber amigos, pois tudo tem que ser preparado e servido de seguida. Assim tornou-se num ritual só nosso: o corte dos ingredientes divide-se por dois, a garrafa de vinho branco alentejano abre-se logo que os tudo entra na frigideira e a conversa desenrola-se enquanto o cheiro a mangericão fresco invade a cozinha.

_DSC4217

 

 

 

É tempo de destapar a massa e dar-lhe forma

Esta era uma ideia que há muito tempo estava a levedar nas nossas intenções:  publicar as receitas que semanalmente vamos experimentando, adaptando, criando ao sabor da oportunidade e dos apetites. Lamentamos agora não ter documentado algumas delas, mas essa será uma óptima justificação para as repetir.

Somos dois e até na cozinha temos estilos diferentes. É provável que alguma receitas apareçam com bastantes detalhes de tempos, quantidades, temperaturas, enquanto que outras digam apenas “junte açúcar”. Não é falta de consistência, é complementaridade.

Sejam bem-vindos à nossa cozinha. Sirvam-se de um copo de vinho (com grande probabilidade de ser alentejano) e juntem-se à conversa.