Trapalhada de frutos vermelhos com natas e suspiros

Escrever este post confrontou-me com a dificuldade em dar um nome a esta sobremesa. É que é tão rápida de fazer que não faz sentido demorar mais na escolha de uma designação do que na sua preparação! Esta é uma receita baseada na Eton Mess da Nigella, e faz-se num instantinho. É óptima para levar semi-preparada para a casa dos amigos e juntar lá todos os ingredientes até ficar com este aspecto fantástico!

_DSC8267

Ingredientes:

  • 1 embalagem de suspiros
  • 2 pacotes de natas
  • frutos vermelhos (usámos morangos e framboesas)
  • açúcar amarelo
  • vinho do Porto ou outra bebida licorosa/alcoolica que prefiram

Lavam-se os frutos vermelhos e colocam-se num recipiente com o açúcar amarelo e o vinho do Porto para macerar. Pode ficar assim várias horas.

Na hora de servir batem-se as natas com um pouco de açúcar. Numa taça, alternam-se as camadas de natas, com os frutos vermelhos e os suspiros. Se quiserem podem deixar alguns frutos vermelhos sem maceração para decorar.

Se no final da refeição sobrar sobremesa, podem congelar. Os suspiros continuarão crocantes e acabam com um gelado muito interessante!

Scones

Scones ficam bem em qualquer mesa de lanche. Por não encontrar a receita velhinha, em papel amarelado, dos scones densos e aspirantes aos perfeitos scones do Saudade, procurou-se uma receita online. O blog da Joana Roque tem várias características positivas, nomeadamente quanto à informação completa fornecida nas receitas, o que faz com que o produto final corresponda sempre às expectativas (mesmo quando inventamos por cima)! Por esta garantia de sucesso é um recurso usado muitas vezes em SOS e também em novos desafios. Assim, segue a receita com as devidas alterações, destes scones que ficaram leves e fofos.

scones

Ingredientes:

  • 250g de farinha
  • 2 colheres de sopa de açúcar amarelo
  • 1 colher de chá cheia de fermento
  • 1 pitada de sal
  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de manteiga (manteiga mesmo)
  • 6 colheres de sopa de leite

Misturar os ingredientes secos (farinha, fermento, açúcar e sal) numa tigela grande e, à parte, bater os ovos e adicionar o leite e a manteiga mexendo bem. Fazer uma cova no centro de mistura dos ingredientes secos e deitar os líquidos. Amassar rapidamente com as pontas dos dedos e tender pequenas bolinhas. Levar ao forno num tabuleiro com papel vegetal, durante cerca de 15 minutos.

Servir quentes com compota ou manteiga!

Clafoutis aux Pomme

Esta sobremesa, prática de fazer, é deliciosa e até saudável, e talvez por isso se tenha tornado um sucesso da amiga E. que é constantemente convidada a levá-lo para festas.

Ontem foi dia de mercado e de maçãs reinetas que, por serem ácidas, funcionam muito bem neste doce.

Segue a receita, com as típicas alterações… 😛

clafoutis

Ingredientes:

  • 3 a 4 maçãs
  • 2 chávenas de farinha
  • 1 +1/2 chávena de açúcar
  • 4 ovos
  • 0,5 l de leite
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 2 colheres de chá de fermento em pó

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Misturar bem todos os ingredientes, excepto as maçãs, que se cortam em fatias finas e se colocam no fundo de um tabuleiro forrado de papel vegetal. Deitar a mistura por cima das maçãs e levar ao forno durante cerca de 40minutos.

Muffins de Aveia e Canela

No local onde trabalho há, naturalmente, a tradição de levar bolo no dia do aniversário. No entanto, nem sempre dá muito jeito cozinhar nesse dia, já por si, cheio de solicitações. Por isso instituimos a regra de ser uma colega a fazer o bolo de aniversário. Desta vez auto-encarreguei-me de fazer o bolo de aniversário da S. que foi celebrado com um ligeiro atraso.

Uma vez que tinha acabado de comprar umas forminhas de papel muito giras, o bolo foi transformado em pequenos muffins. Segue a receita.

Muffins aveia canela

Ingredientes:

(1 chávena = 250ml)

  • 1 + ½ chávena de farinha
  • 1 chávena de aveia integral
  • 1 chávena de açúcar amarelo
  • 1 colher de chá de fermento
  • ½ chávena de margarina derretida
  • 1 pitada de sal
  • 2 iogurtes naturais
  • 2 ovos

 

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Num jarro/copo medidor, empilhar os ingredientes secos: farinha, aveia, açúcar, fermento e sal.

Misturar muito bem os ovos com o iogurte, adiconar aos poucos os ingredientes secos e por fim a margarina.

Mexer tudo muito bem e colocar nas formas de papel, polvilhando com alguns flocos de aveia. Levar ao forno durante cerca de 15min ou até passarem no teste do palito.

mufins aveia e canela

Bolo de Guinness

A pedido de várias famílias segue a receita do bolo de Guinness que não ficou muito fotografável mas, por outro lado, extremamente delicioso!

A receita que serviu de base é a da Nigella, mas como já se sabe, o factor “a olho” ganha sempre mais espaço, pelo que apresento a coisa tal como foi feita.

Image

Ingredientes:

Bolo

  • 250ml de cerveja Guinness
  • 250g de manteiga sem sal (manteiga mesmo!)
  • 75g de cacau em pó
  • 70g de chocolate de culinária
  • 400g de açúcar mascavado (usei integral, mas ficaria ainda melhor com açúcar castanho)
  • 150ml de natas
  • 3 ovos
  • 275g de farinha
  • 1 colher de chá de fermento em pó

Cobertura

  • 1 embalagem de queijo marcarpone
  • 1 pacote de natas
  • Açúcar em pó

Pré-aquecer o forno a 180º e untar uma forma sem buraco.

Numa panela, colocar a Guinness e a Manteiga e aquecer em lume brando. Quando a manteiga começar a derreter, adicionar o açúcar, o cacau em pó e o chocolate partido em pedacinhos. Isto vai originar uma mistura castanha e viscosa. Mexer sempre para não queimar o chocolate.

À parte, misturar muito bem os ovos com as natas. Adiciona-se a farinha e o fermento até ficar uma pasta homogénea. Verte-se aos poucos esta mistura para a panela, misturando tudo muito bem. Coloca-se na forma e vai ao forno durante cerca de 50 minutos ou até passar no “teste do palito”. Não se deve deixar cozer demais pois o interesse deste bolo reside no facto de ficar húmido no interior.

Depois de arrefecido o bolo pode então fazer-se a cobertura. Para tal basta bater as natas até ficarem bem firmes, adicionar o mascarpone e o açúcar em pó e misturar bem.

Por ser tão simples, tão bom e tão diferente, este vai ser um bolo a repetir.

Crumble de Marmelo

O Outono é talvez a nossa estação do ano favorita. Tem cores maravilhosas, uma luz fantástica para fotografar e produtos de época deliciosos. Os marmelos são um exemplo desta frutífera sazonalidade e aqui comem-se de várias maneiras como já tivemos oportunidade de demonstrar. 

Geralmente a pressa acaba por colocar os marmelos no forno apenas polvilhados com açúcar amarelo e regados com Porto mas desta vez saiu um belo crumble. A receita foi apresentada em formato comestível pela amiga B. que, tal como a parte feminina desta díade, não segue regras, quantidades ou ingredientes. Aliás, dada a sua intolerância ao trigo, utilizou farinha de arroz e ficou óptimo. Seguem os procedimentos…

 

_DSC1813Ingredientes:

  • Marmelos
  • Vinho do Porto
  • Açúcar Mascavado
  • Farinha de trigo/arroz
  • Manteiga (creme culinário ou manteiga de soja funciona igualmente bem)
  • Flocos de aveia

Partir os marmelos em pedaços pequenos, regar com vinho do Porto e polvilhar com o açúcar. Levar ao forno tapado com papel de alumínio até ficarem bem molinhos.

Num robot de cozinha, misturar muito bem a farinha, manteiga e o açúcar. No final adicionam-se os flocos de aveia e “pica-se” grosseiramente. O objectivo é obter uma massa areada.

Depois dos marmelos estarem cozidos, adicionam-se pedaços de massa até cobrir o tabuleiro. Vai ao forno para tostar (cerca de 15min).

É óptimo comido ainda morninho 🙂

 

Diz que é uma espécie de petit gateau com nutella e gelado de nata

Quem gosta de Nutella ponha o dedo do ar!

A metade masculina desta díade surpreendeu recentemente com uma versão, ainda simplificada, deste Gianduja Molten Cake with Hazelnut Gelato & Brittle, coberto com Nutella.

Para a próxima será necessário rever o tempo no forno para ficarem menos cozidos, mas a receita é óptima!

_DSC3566

Procedimento:

  • Em banho maria derreter 8 colheres de sopa de manteiga sem sal com 1 tablete de chocolate de culinária 70% cacau;
  • Numa tigela, em separado, juntar 2 ovos inteiros, 2 gemas de ovo e meia chávena de açúcar amarelo, misturar tudo muito bem;
  • Juntar o chocolate derretido na mistura dos ovos aos poucos, e ir mexendo tudo;
  • Juntar 2 colheres de sopa de farinha e mexer até ligar a mistura toda;
  • Aquecer o forno a 230º;
  • Colocar a mistura de chocolate em formas de muffin;
  • Levar ao forno durante 6 a 9 minutos, até aos lados estarem cozidos mas ainda haver cova no meio, sinal que ainda está derretido no interior;
  • Levar ao prato com uma cobertura de Nutella por cima dos bolinhos de chocolate, uma bola de gelado de natas e avelãs trituradas por cima do gelado.

_DSC3568

Pavlova

Já era tempo de dar o devido destaque à rainha das festas, a Pavlova! Tem um aspecto interessante e apetecível e é muito fácil de fazer e transportar, pelo que a levamos frequentemente a jantares quando nos toca a responsabilidade da sobremesa. Também é normal ter claras congeladas, o que evita bastantes desperdícios.

Esta receita tem como base a Pavlova de maracujá da Nigella e neste caso utilizei 5 claras, mas deixo-vos as proporções…

Ingredientes:

  • 4 claras de ovo
  • 4 colheres de açúcar por cada clara
  • 2 colheres de chá de amido de milho
  • 2 colheres de chá de vinagre de cidra (podem usar vinagre de vinho branco)
  • 1 pitada de sal

Para a cobertura

  • 1 pacote de natas para bater (refrigeradas)
  • 1 embalagem de queijo mascarpone
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • Frutos vermelhos (ou Maracujá, ou raspas de chocolate, ou o que vos apetecer)

 pavlova

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Bater as claras em castelo, com o sal, até formarem picos (mas sem estarem bem firmes), adicionar o açúcar, amido de milho e o vinagre e bater muito bem até formar uma mistura pastosa e brilhante.

Dispor a “massa” numa superfície anti-aderente (pode ser papel vegetal, ou uma forma de fundo amovível, mas nesse caso há que ter cuidado para que a massa não toque nos rebordos para não colar) formando um disco. Colocar no forno, baixando a temperatura para 150ºC. Deixar cozinhar durante cerca de 1h20, dependendo do gosto pelo merengue no meio. Desligar o forno e só voltar a abrir depois de completamente arrefecido (geralmente deixo de um dia para o outro).

Bater as natas com o açúcar até ficarem firmes. Adicionar o queijo mascarpone e misturar muito bem. Cobrir a pavlova com o creme e com os frutos vermelhos, pouco tempo antes de servir.

_DSC3517

Bolo de avelãs e pedacinhos de chocolate para partilhar com as colegas

Isto de publicar as receitas que por aqui se experimentam (e quem tem blogs do género poderá confirmar) tem geralmente dois tipos de consequências. O primeiro é poder responder prontamente a pedidos de cedência das receitas, porque “está no blog!”, o segundo é ter sucessivamente solicitações como resposta aos posts, do tipo “aí de ti que não tragas uns desses amanhã”!

É por este segundo pretexto que faço hoje um remake deste bolo, tantas vezes acompanhado por um chá, nos rituais com a querida S… Por isso, sim, amanhã há bolo para a sobremesa!

bolo com avelãs e chocolate

A receita original resulta em pouca massa, pelo que foram feitos uns ajustes. Com estas quantidades enchi uma forma de bolo inglês e fiz 4 queques (para que cá em casa não houvessem invejas!).

Ingredientes:

  • 6 ovos biológicos/caseiros
  • 1 pitada de sal
  • 200g de manteiga sem sal ou margarina (à temperatura ambiente)
  • 200g de açúcar
  • 230g de farinha
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 150g de avelãs picadas
  • 150g de chocolate de culinária picado

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Separar os ovos e bater as claras em castelo juntando um pouco de sal. À parte, misturar as gemas com o açúcar e adicionar a margarida. Bater até formar uma pasta esbranquiçada. Adicionar a farinha, o fermento, o chocolate partido em pedaços (ou passado na picadora) e a avelã picada. Misturar tudo muito bem, deitar na forma previamente untada (se necessário), e levar ao forno durante cerca de 50 minutos ou até estar cozido.