Risoto de Cogumelos à Fotógrafo

Gostamos muito de risoto e é uma óptima solução para a refeição semanal sem carne. Mas confesso que a receita básica do nosso amigo Jamie Oliver,  com o seu caldo de frango e legumes caseiro, é demasiado exigente para quem tem muito que fazer. Cozinhar em lume brando ajuda a apurar sabores e a manter a textura do arroz mas leva o triplo do tempo. Por isso fizemos uns quantos improvisos e chegámos a esta fórmula de risoto rápido, que muitas vezes repetimos e hoje partilhamos.

Ingredientes (para 4):

  • 1 cebola roxa pequena
  • 250g de arroz para risoto (arbório ou carnaroli)
  • 200ml de vinho branco
  • 250ml de caldo de cogumelos*
  • 500ml de água a ferver
  • 500g de mistura de cogumelos (usámos brancos e portobelo)
  • 3 dentes de alho
  • queijo parmesão ralado na hora
  • sal
  • azeite

Laminar os cogumelos, adicionar o alho picado e uma pitada de sal. Numa frigideira com tampa, aquecer o azeite e juntar os cogumelos, salteando-os rapidamente. Depois, tapar a frigideira e baixar o lume para fazer caldo. Os cogumelos não precisam de ficar muito cozinhados uma vez que ainda vão para a panela do risoto.

Enquanto isso, aquecer o azeite numa panela antiaderente (o azeite deve cobrir todo o fundo) e juntar a cebola finamente picada. Alourar levemente, introduzir o arroz e temperar com sal. Mexer bem enquanto frita o arroz até ficar opaco. Nessa altura deve juntar-se o vinho branco aos poucos, mexendo sempre, mantendo o lume alto. Quando todo o vinho tiver evaporado, juntar uma concha de caldo e mexer até que evapore, altura em que deverá deitar mais caldo. Repetir o processo até que o arroz esteja fácil de trincar mas ainda longe de estar cozido. Nessa altura podem-se juntar os cogumelos e o molho por eles formado. Quando acabar o caldo, junte água a ferver até que o arroz esteja cozido. Rectifique os temperos.

Logo que o arroz esteja cozinhado, desliga-se o lume e adiciona-se o parmesão ralado. Tapa-se a panela e deixa-se repousar por 2 minutos antes de servir (esta é uma dica Jamie Oliver que seguimos com respeito! Se demorar menos tempo não fica cremoso, se deixar o tacho tapado tempo de mais pode criar uma pasta molenga).

* para o caldo usámos 250ml que tínhamos congelado depois de estufar cogumelos para um cozinhado anterior. Outra alternativa (ainda mais saborosa) é usar uma mistura de cogumelos secos (porcini por exemplo) e aproveitar a água de os demolhar, acrescentando depois os cogumelos ao risoto.

Anúncios

2 thoughts on “Risoto de Cogumelos à Fotógrafo

    • É Yummy 🙂 Com um branquinho alentejano bem fresquinho… Hum… 🙂 Experimenta saltear o arroz num fio de azeite apenas. Não ficará completamente frito mas deve ajudar com a textura e evita o excesso de gordura. Num tacho antiaderente não deve haver problema.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s