Risoto de Cogumelos à Fotógrafo

Gostamos muito de risoto e é uma óptima solução para a refeição semanal sem carne. Mas confesso que a receita básica do nosso amigo Jamie Oliver,  com o seu caldo de frango e legumes caseiro, é demasiado exigente para quem tem muito que fazer. Cozinhar em lume brando ajuda a apurar sabores e a manter a textura do arroz mas leva o triplo do tempo. Por isso fizemos uns quantos improvisos e chegámos a esta fórmula de risoto rápido, que muitas vezes repetimos e hoje partilhamos.

Ingredientes (para 4):

  • 1 cebola roxa pequena
  • 250g de arroz para risoto (arbório ou carnaroli)
  • 200ml de vinho branco
  • 250ml de caldo de cogumelos*
  • 500ml de água a ferver
  • 500g de mistura de cogumelos (usámos brancos e portobelo)
  • 3 dentes de alho
  • queijo parmesão ralado na hora
  • sal
  • azeite

Laminar os cogumelos, adicionar o alho picado e uma pitada de sal. Numa frigideira com tampa, aquecer o azeite e juntar os cogumelos, salteando-os rapidamente. Depois, tapar a frigideira e baixar o lume para fazer caldo. Os cogumelos não precisam de ficar muito cozinhados uma vez que ainda vão para a panela do risoto.

Enquanto isso, aquecer o azeite numa panela antiaderente (o azeite deve cobrir todo o fundo) e juntar a cebola finamente picada. Alourar levemente, introduzir o arroz e temperar com sal. Mexer bem enquanto frita o arroz até ficar opaco. Nessa altura deve juntar-se o vinho branco aos poucos, mexendo sempre, mantendo o lume alto. Quando todo o vinho tiver evaporado, juntar uma concha de caldo e mexer até que evapore, altura em que deverá deitar mais caldo. Repetir o processo até que o arroz esteja fácil de trincar mas ainda longe de estar cozido. Nessa altura podem-se juntar os cogumelos e o molho por eles formado. Quando acabar o caldo, junte água a ferver até que o arroz esteja cozido. Rectifique os temperos.

Logo que o arroz esteja cozinhado, desliga-se o lume e adiciona-se o parmesão ralado. Tapa-se a panela e deixa-se repousar por 2 minutos antes de servir (esta é uma dica Jamie Oliver que seguimos com respeito! Se demorar menos tempo não fica cremoso, se deixar o tacho tapado tempo de mais pode criar uma pasta molenga).

* para o caldo usámos 250ml que tínhamos congelado depois de estufar cogumelos para um cozinhado anterior. Outra alternativa (ainda mais saborosa) é usar uma mistura de cogumelos secos (porcini por exemplo) e aproveitar a água de os demolhar, acrescentando depois os cogumelos ao risoto.

Anúncios

Tártaro de Salmão

Para quem gosta de peixe cru, eis uma receita rápida para uma refeição ligeira.

Ingredientes (para 2):

  • 1 lombo de salmão sem pele nem espinhas
  • ½ cebola roxa picada
  • Cebolinho picado
  • Sumo de ½ lima
  • Gengibre fresco ralado
  • sal
  • azeite
  • molho de soja (ou molho inglês se preferirem)

Cortar o lombo de salmão em pequenos cubos e juntar a cebola picada, o gengibre ralado e o cebolinho. Temperar com uma pitada de sal (não muito se optar depois pelo molho de soja), o sumo de lima, um fio de azeite e terminando com o molho.

Servir com uma fatia de pão saloio torrado.

[Adaptada do Ingrediente Secreto de Henrique Sá Pessoa]

 

Nota: Ao comprarem peixe para esta receita responsabilizem quem o vende explicando que o vão comer cru. Na maior parte das vezes escolhem um peixe mais fresco ou avisam que de momento não têm nenhum para esse fim. Neste caso é sempre melhor não arriscar.

Peixe à Marroquina

Ora aqui está uma (quanto a nós) óptima forma de comer peixes mal amados, como a pescada. É uma antiga receita do blog da Joana Roque (adaptada da Olive Set-2010) que já fazemos cá em casa há algum tempo, pelo que fomos introduzindo algumas alterações.

O acompanhamento ideal para este peixe são os couscous mas desta vez trocámo-los por arroz basmati frito em especiarias.

Ingredientes:

  • 1 cebola roxa e rodelas finas
  • 1 colher de sobremesa de pasta de caril (um uma colher de sobremesa de mistura garam masala)
  • ½ pimento vermelho em tiras
  • ½ pimento verde em tiras
  • Malagueta fresca picada (a gosto)
  • 1 courgette em cubos
  • Lombos de peixe branco cortado em cubos (previamente temperados com sal)
  • 1 lata de tomate pelado
  • 1 lata de leite de côco
  • 1 colher de sobremesa de amido de milho
  • Azeite
  • Sal
  • Côco ralado para finalizar

Numa frigideira alta, deitar uma quantidade generosa de azeite e fritar a cebola juntamente com as especiarias ou a pasta de caril. Deitar os pimentos, a malagueta fresca e a courgette e saltear durante alguns minutos. Juntar o peixe e dourar de todos os lados.

Adicionar o tomate pelado, deixar levantar fervura e depois baixar o lume. Nesta fase deve-se rectificar o sal. Deixe apurar o molho enquanto os pimentos amolecem.

Retire uma parte do leite de côco para uma taça e dissolva o amido de milho.

Adicione o leite de côco (e a mistura de maizena) ao cozinhado e mexa até engrossar.

Logo que todos os ingredientes estejam cozidos a gosto e que obtenha um molho cremoso, poderá servi-lo sobre couscous ou arroz basmati, polvilhando com côco ralado.